Notícia

Consórcio Jacuípe, Banco do Nordeste, Sebrae e Senar se reúnem para discutir projeto de incubadora no Território

Postado em 10/03/2017
Consórcio Jacuípe, Banco do Nordeste, Sebrae e Senar se reúnem para discutir projeto de incubadora no Território

Na manhã de hoje (sexta, 10) foi realizada uma reunião, na sede do Consórcio em Pintadas, para discutir os encaminhamentos na formação da incubadora de desenvolvimento sustentável do Território Jacuípe.

Estiveram presentes o Gerente do Banco do Nordeste, Gezivaldo Andrade; o Agente de Desenvolvimento do BNB, Silvio Pinto; o Gerente Regional do Sebrae, Geronilson Pereira; o Gestor de Projetos de Agronegócio do Sebrae, Valdemir Matos; a Coordenadora de Programas do Senar, Daniela Chaves; além do Secretário Executivo do Consórcio, Silvaney Araújo; o advogado, Francisco Carneiro; e o veterinário, Washington Oliveira, onde explanaram suas colocações em relação ao papel e missão de cada instituição no processo de desenvolvimento do projeto.

Na oportunidade, foram apresentados os projetos que já são executados pelo Consórcio que comprovam a prática de políticas públicas pelo órgão, visando a melhoria da qualidade de vida produtor através das ações realizadas no Território.

Segundo Silvaney, o objetivo da incubadora é buscar solução para determinadas deficiências de empreendimentos, sendo estes cooperativas ou estabelecimentos privados, para que eles dêem certo. Ele acrescentou “a ideia é trazer a experiência e o poder de execução de empreendimentos dentro do Território, tanto pessoa física quanto jurídica, para incentivar e fortalecer os empreendedores territoriais”.

“O encontro foi de fundamental importância onde as partes, cada um dentro da sua competência, assumimos o que é possível dentro dessa proposta de incubadoras em agroindústrias no segmento de laticínios. Com isso, saímos daqui com um compromisso aonde cada um poderá contribuir, investir soluções e ações para o desenvolvimento do projeto”, enfatizou o Gerente do Sebrae, Geronilson Pereira.

A representante do Senar, Daniela Chaves, ressaltou que este é um projeto grandioso, pois tem a tendência de qualificar os produtos lácteos clandestinos que estão no mercado, dando condições para formalização e qualificação ao produtor de legalização da sua atividade, além de estar incentivando, avaliando e crescendo mais ainda a região.

“A reunião foi extremamente positiva, porque o banco por ser uma Instituição que promove o desenvolvimento rural sustentável também está inserido dentro desse contexto do Consórcio com essas parcerias e vamos entrar nesse contexto através da concessão do crédito, estamos muito felizes com esse tipo de iniciativa do Consórcio e por estarmos participando desse processo”, ponderou o Gerente do Banco do Nordeste, Gezivaldo Andrade.

Já ficou marcada uma próxima reunião para estabelecer os critérios dos empreendimentos que poderão participar do projeto.